3.jpg

Redes Sociais

  

Horários

Domingo
09:00h - Escola Dominical
10:30h - Culto Devocional
18:00h - Culto da Família

Terça-Feira
08:00h - Manhã de Oração
20:00h - Culto de Oração

Quinta-Feira
20:00h - Quinta com Propósito

Sábado
20:00h - Culto de Adoração

Agenda do Mês

02. Culto de Jovens
07. Ceia do Senhor
09. Especial Dia dos Pais -Min. Infantil
10. Culto Especial Dia dos Pais
12. Culto de Oração
16. Culto de Jovens
17. EBD- Visita ao Museu da Bíblia
17. Culto de Missões
19. Culto de Oração
23. Culto de Jovens
24. Batismo
26. Culto de Oração

Newsletters

Inscreva-se em nossas Newsletters e receba devocionais gratuitamente e informações da igreja!

O desejo de se instalar a Igreja do Nazareno no Brasil ocorreu através da vinda do cabo verdiano Rev. José Zito Oliveira para morar em Santo André/SP com seu irmão. Finalmente, em 11 de julho de 1956, o Rev. José Zito desembarcou no porto de Santos, em princípio, ele queria ir para a Argentina, mas aquela porta havia se fechado. Agora, ele estava no Brasil. Um problema, no entanto, o angustiava: a Igreja do Nazareno ainda não havia chegado ao país. Parecia que o seu sonho de ministério havia sido enterrado. Porém, ele esperou pacientemente a chegada oficial da Igreja do Nazareno.

Uma carta enviada por Ervin Stegemoeller e sua esposa, Marjorie, à Sede da Igreja do Nazareno, nos Estados Unidos, solicitando missionários para instalarem a Igreja do Nazareno no Brasil, fez com que a notícia corresse o mundo.

No entanto, foi em meados de 1958 que a família Mosteller chegou ao Brasil. Muita alegria na chegada, cumprimentos, histórias da viagem, planos e expectativas quanto à obra que o Senhor haveria de começar por meio da Igreja do Nazareno, cuja teologia básica é a doutrina da santidade. O Rev. Earl Elwood Mosteller, conforme já havia solicitado no telegrama, mais uma vez convidou o Rev. José Zito a engajar-se no projeto de implantação da denominação no Brasil. Esse convite foi aceito com um sorriso e uma declaração da certeza quanto ao chamado de Deus para o ministério pastoral. Foi ali, no porto de Santos, que o Rev. José Zito conheceu o irmão Ervin Stegemoeller, um nazareno fiel que estava no Brasil trabalhando em Campinas. O casal Stegemoeller, exercendo a mordomia cristã, levou a família de missionários para a sua cidade. Ali, eles providenciaram todas as coisas para que os missionários se estabelecessem confortavelmente.

A segunda família missionária oficial da denominação foi a do Rev. Charles Wise Gates e sua esposa Dona Roma Joanne Gates, que chegaram poucas semanas depois da família Mosteller e também se estabeleceram em Campinas, sob os cuidados dos Stegemoellers.

Em 1959, uns seis meses depois da chegada dos primeiros missionários, o Rev. José Zito mudou-se para Campinas e recomeçou seus estudos acadêmicos sob a supervisão do Rev. Mosteller, que lhe deu um curso intensivo de formação pastoral.

O Rev. José Zito foi o primeiro nazareno a iniciar a sua preparação para o ministério no Brasil. Ele era o único aluno do que viria a ser o Seminário e Instituto Bíblico da Igreja do Nazareno - SIBIN, inaugurado em 1962. O início da Igreja do Nazareno em Campinas, o Rev. José Zito, além de trabalhar com a denominação no Brasil, também ajudou a igreja no estabelecimento de várias congregações e templos. Naturalmente, ele trabalhou para o início da primeira igreja em Campinas.

Inicialmente, as reuniões aconteciam na casa do irmão Ervin Stegemoeller. Muitas pessoas compareciam às reuniões ao ponto de a casa ficar lotada. Com essas primeiras reuniões naquela casa, ocorreu o início não oficial da Igreja do Nazareno no Brasil na Avenida Benjamim Constant, no Cambuí. Somente após algum tempo é que foi alugado um salão na Avenida Francisco Glicério, onde a Igreja do Nazareno, já devidamente registrada, começou oficialmente no Brasil.

A equipe missionária, formada pelas famílias do Rev. Mosteller e do Rev. Gates, foi reforçada em 1959 com a chegada do Rev. William Ronald Denton e Dona Sarah Ellen Byrd Denton, e os seus filhos. Enquanto a família Gates fazia seu primeiro ministério missionário, a família Denton já havia servido como missionários na Bolívia, Argentina e Uruguai.

Como a visão era a de não perder mais tempo na tarefa de alcançar o Brasil, os Dentons foram logo para a belíssima cidade de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, distante cerca de 800 quilômetros de Campinas, na direção do centro do Brasil.

A partir dos anos sessenta, essa equipe foi reforçada regularmente. Em 1960 chegaram mais dois casais missionários com as suas famílias: o Rev. Joaquim Antônio e Guilhermina Lima, que vieram da Igreja do Nazareno da Argentina, e o Rev. James Eldon e Carol Jeanne Kratz. Em 1962, chegaram o Rev. Robert Thomas e Frances Darlene Collins. Em 1964, chegaram o Rev. Roger Michael e Mary Ann Maze. Por fim, em 1968, chegaram o Rev. Larry Coleman e Dolores Darlene Clark.

A primeira igreja do nazareno no Brasil foi inaugurada pelo Rev. Earl Elwood Mosteller em Campinas (hoje chamada de Igreja do Nazareno Central de Campinas); a segunda foi inaugurada em Belo Horizonte, Minas Gerais, pelo Rev. Willian Ronald Denton (Igreja do Nazareno em Barroca); e a terceira foi a Igreja do Nazareno em Sobradinho, Distrito Federal, que também foi inaugurada pelo Rev. Denton. Na verdade, o templo dessa igreja foi o primeiro que a Igreja do Nazareno construiu no Brasil. Até então, as outras duas igrejas funcionavam em locais alugados. (HAYAKAWA,Sandro. Os Oliveiras. Ed.Autor.Brasília.2007.pp. 29-35)

Em 1963, sob o pastorado do Rev. Jaime Kratz o Pr. Aguiar Valvassoura iniciou sua caminhada para o ministério junto a Igreja do Nazareno no Brasil.
Fonte: História da Igreja do Nazareno
http://www.nazarenopaulista.com.br/estudos/Historia_Nazareno.pdf> Em: 27.12.2013.